Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

27 de dezembro de 2009

Cristianismo avança na China

Em reportagem produzida pela jornalista Claudia Trevisan publicada no site do jornal O Estado de São Paulo, constata-se, através de dados extraoficiais, que o cristianismo avança na China e que o número de praticantes já ultrapassa o de filiados ao Partido Comunista.
A reportagem relata que existem milhares de “igrejas familiares” que nasceram na China nos últimos anos e que o protestantismo é a religião de mais rápido crescimento no país governado pelo ateu Partido Comunista. Além dos grupos autorizados, cerca de 10 milhões de protestantes e 4 milhões de católicos reconhecidos pelo governo, existe um número incalculável de membros clandestinos e sujeitos á perseguição do governo, que se intensificou nos últimos meses.
A entidade World Christian Database indica que o número convertidos chega a 111 milhões, o que colocaria a nação comunista entre os países de maiores populações cristãs do mundo. O Brasil ocupa o segundo lugar, após os Estados Unidos, com 140 milhões, o que pode significar que existem mais evangélicos no país do que membros do Partido Comunista, que tem 76 milhões de filiados.
O protestantismo é o ramo do cristianismo que mais floresce na China devido a participação ativa de leigos - qualquer um pode pregar o Evangelho e vários chineses abraçaram essa possibilidade com fervor. A grande maioria dos protestantes não é vinculada a nenhuma das denominações tradicionais, como Batista ou Presbiteriana, e se integra a pequenos grupos que surgem de modo independente.
Conforme a reportagem, a Igreja cristã de Haidian, bairro universitário de Pequim, é uma prova do rápido crescimento do protestantismo na China.
Segundo o pastor Wu Weiqing, responsável pela congregação, todos os domingos, de 6 mil a 7 mil pessoas comparecem aos seis cultos realizados no local. Há oito anos, o número de fiéis não passava de 800 e havia apenas dois cultos.
A maioria dos participantes tem menos de 35 anos e muitos são intelectuais e estudantes, além dos que se converteram enquanto estudavam no exterior e voltaram para casa.
A matéria também ressalta a relação entre o avanço econômico na China e a expansão do Cristianismo no país.


Fonte:

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20091227/not_imp487377,0.php, acesso em 27 de dezembro de 2009, às 08:00h.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.