Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

16 de setembro de 2011

A DOUTRINA CRISTÃ


CONCEITUAÇÃO:

Grego: διδασκαλια [didaskalia] (Substantivo feminino). O ato de ensinar: ensino. Aquilo que é ensinado: doutrina, instrução.

O dicionário Houaiss define doutrina como “o conjunto de princípios em que se baseia um sistema religioso, político ou filosófico.”

διδασκαλια [didaskalia] aparece 21 vezes no NT.

O pastor pentecostal Myer Pearlman distingue doutrina de dogma: “doutrina é a revelação da verdade como se encontra nas Escrituras.; dogma é a declaração do homem acerca da verdade quando apresentada em um credo.” (Pearlman,1997, p.13)

O VALOR DO CONHECIMENTO DOUTRINÁRIO  (Pearlman,1997, pp. 13,14):

1.       Supre a necessidade de haver uma declaração autoritária e sistemática sobre a verdade;
2.       É essencial para o pleno desenvolvimento do caráter cristão;
3.       É um baluarte contra o erro;
4.       É uma parte necessária do equipamento de quem ensina a Palavra de Deus.

Importa portanto  que, nos templos, nas casas, nos congressos, nas ruas, a boa e sã doutrina de DEUS continue a gotejar como a chuva, que a Sua Palavra destile sobre todos como o orvalho, como chuvisco sobre a relva e como gotas de água sobre a erva. Deuteronômio 32:2.  Em alguns meios evangélicos, doutrina significava ensinar um conjunto de versículos mirabolantes articulados em um linguajar teológico rebuscado, recheado de originais no grego e pobre de conteúdo prático; em outros meios, em uma visão simplista, doutrina era simplesmente repetir, semana após semana, a lista dos “não pode”.
É preciso também conferir com a Palavra de DEUS aquilo que ouvimos assim como os bereanos da igreja primitiva; é preciso buscar no livro do Senhor, a Bíblia Sagrada, nossa regra de fé e prática, e ler o seu conteúdo Isaías 34:16. Sem fazer aquela leitura seletiva tipo doce brigadeiro da caixinha de promessas.
É preciso comer o livro todo:

Filho do homem, dá de comer ao teu ventre e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou, vai e fala à casa de Israel. disse o Senhor ao profeta Ezequiel antes de usá-lo como arauto. Assim também o fez a João, o apóstolo amado: Fui, pois, ao anjo, dizendo-lhe que me desse o livrinho. Ele, Então, me falou: Toma-o e devora-o; certamente, ele será amargo ao teu estômago, mas, na tua boca, doce como mel. Tomei o livrinho da mão do anjo e o devorei, e, na minha  boca, era doce como mel; quando, porém, o comi, o meu estômago ficou amargo. Apocalipse 10:9 e 10.

Agostinho. bispo de Hipona, inicia sua obra A Doutrina Cristã, um manual de exegese e formação cristã, com a seguinte argumentação (Agostinho, 2002, p. 41):


"Há duas coisas igualmente importantes na exposição das Escrituras: a maneira de descobrir o que é para ser entendido e a maneira de expor com propriedade o que foi entendido."  


O pior de tudo é quando se tenta transmitir ao povo de DEUS outra doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. Leia Judas cap. 01. Estes na verdade são lobos devoradores disfarçados em meio ao rebanho (Mateus 7:15), querendo se aproveitar das ovelhas em todos os aspectos que se pode imaginar. Algumas dessas ovelhas, por sua vez, se acham tão grandes que não cabem dentro das igrejas. Os papéis se inverteram e as igrejas locais estão se amoldando a um novo perfil de cristão pós-moderno, o cliente que precisa ser paparicado, satisfeito em todas as suas expectativas.  Não tem a humildade suficiente para se enquadrar nos preceitos de uma igreja local.
Porém a Igreja que compreende, aceita e defende a sã doutrina discerne tudo, refuta, rechaça e rejeita toda e qualquer espécie de vento de doutrina contrária à simplicidade do evangelho, visto que não foi assim que aprendemos a Cristo, se de fato, o temos ouvido e nele fomos instruídos, segundo é a verdade em Jesus. (Efésios 4:20,21)
Jesus ensinava a verdade recebida do Pai e assim transmitia a todos. (João 12:50). Nas campinas, nas ruas, na praia e em particular, no sermão do monte. As pessoas por sua vez o admiravam pela sua doutrina. Mateus 7.28.
Ensinava com autoridade e não como os religiosos contemporâneos. Jesus censurou aos fariseus por ensinarem doutrinas de homens. Mateus 15.9; Lucas 4:32. Ensinava práticas de vida de um cidadão digno dos céus, incitando o povo a seguir o Seu exemplo.
Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, aconselhou o Senhor. Mateus 11:29. Aprender de Jesus. Os meios são os mais diversos. A escola bíblica dominical é uma fonte de aprendizado indispensável para o cristão; o serviço de discipulado é outra fonte fundamental de aprendizado para o recém- convertido da Igreja. Em todos os momentos onde dois ou três se reunirem em nome de Jesus ocorre a oportunidade singular de se ouvir a Sua voz e aprender os seus ensinamentos.
A respeito da interpretação das Escrituras Sagradas, Agostinho destaca a existênciaa de certas normas que que ao seu ver poderiam ser ensinadas "com proveito aos que se dedicam a esse estudo". (ibid. p. 31)
Graças a DEUS que a Igreja do Senhor Jesus  tem crescido na graça e no conhecimento do Senhor, ao obedecer de coração à formas de doutrina a que fomos entregues, conforme ensinou Paulo, não mais sendo como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, Pelo contrário perseverando firmes na doutrina de DEUS, nosso Salvador (Tito 2:10), ensinada pelos apóstolos (Atos 2:42)

Bibliografia:


AGOSTINHO, Santo. Doutrina Cristã: manual de exegese e formação cristã,. Tradução de Nair de Assis Oliveira. 1ª edição, São Paulo: Editora Paulus, 2002. 


PEARLMAN, Myer. Conhecendo as Doutrinas da bíblia. 25ª impressão,  São Paulo: Editora Vida, 1997.

http://www.dicionariobiblico.blogspot.com/2007/06/doutrina.html.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.