Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

12 de julho de 2011

PESCADORES DE CRIANÇAS


Charles Spurgeon, o príncipe dos pregadores, que nasceu e viveu na Ilnglaterra no século XIX, tinha uma dedicação e cuidado especial para com as crianças. Autor do livro Pescadores de Crianças: Orientação prática para falar de Jesus às crianças, Spurgeon destacou a necessidade de evangelização dos pequeninos.
Eis alguns de seus pensamentos acerca da do trabalho infantil:

“As crianças necessitam aprender a doutrina, o preceito e a vida do evangelho;.”
“Compete a nós tornar a doutrina simples, dar o alimento espiritual.”
“O inimigo ensina o erro. O único meio de evitar o engano é ensinar o certo.”
“Pecamos quando omitimos a religião da educação dos filhos.”

As vantagens do ensino aos infantes:

- Tempo gasto com os menores;
- O efeito ao longo do tempo em benefício da sociedade;
- Lares edificados;
- Adultos amadurecidos e comprometidos.

Barreiras ao ensino às crianças:

O pensamento de que as crianças não precisam aceitar a Jesus: Filho de peixe é peixinho, mas filho de cristão precisa entender a verdade do evangelho e tomar uma decisão pessoal diante desta verdade.
A pregação às crianças é uma necessidade menor.
Não se acredita na conversão de crianças.
Esperar delas o comportamento de adultos
Classes de ensino bíblico para crianças diminuem quando pessoas insensíveis têm autoridade sobre eles.
Não devemos tentar fazer uma criança ser como nós, mas sim tornarmo-nos como eles.


Eis algumas frases feitas que ouvimos a respeito das crianças :

- Ah, é apenas uma criança !
- Crianças só atrapalham
- Crianças são uma amolação
- Uma perda de tempo

Spurgeon ressalta o ensino de Cristo defendendo o acesso das crianças à Ele - Lucas 18:15-17

Deixai vir a mim as criancinhas
Nãos as impeçais
Das tais é o reino dos céus
Quem não receber o Reino de Deus  como uma criança, de maneira alguma entrará nele.

Por que ter cuidado com estes cordeirinhos:

Primeiro, porque são de Cristo;
Segundo, porque precisam de cuidados;
Terceiro, para que não se percam.

Ensinar as crianças não é:
Primeiro, uma distração para passar o tempo
Segundo, ditar um conjunto de regras
Bajular as crianças para serem só boazinhas

Como ensinar as crianças:

Levar as crianças ao conhecimento e prática das Sagradas Escrituras
Esclarecer que elas precisam de um  Salvador;
Ensinar com ilustrações e exemplos;
Trazer as crianças para perto de si, tratando-as com amor;
Ensinar moralidade com espiritualidade.
Ensinar as crianças a terem o olhar voltado para Deus
Alertar para o mal do pecado;
Que elas precisam da mudança do coração;
Ensinar acerca da bênção de ser cristão.
Para isto é preciso preparo espiritual e vocacional;
Avaliar o estado das crianças e confiar na cooperação do Senhor.

Em nossas casas, igrejas, ou mesmo lá fora nas ruas estão os futuros pastores que precisam conhecer a Cristo. E cabe a nós o trabalho de pastores a zelar pelos pequeninos.

Fonte:

SPURGEON, Charles. H. Pescadores de Crianças: orientação prática para falar de Jesus ás crianças. Tradução de Hope Gordon Silva, 1ª edição 2004, São Paulo: Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, 2004.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.