Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

21 de fevereiro de 2007

Cuidado com a avareza !


Sejam vossos costumes sem avareza,
contentando-vos com o que tendes;
porque ele mesmo disse:
Não te deixarei, nem te desampararei.
De modo que com plena confiança digamos:
O Senhor é o meu ajudador,
e não temerei o que me possa fazer o homem. Heb. 13.5 e 6

Este conselho é mais que oportuno para os dias atuais. Isto porque observamos pessoas que correm desesperadamente em busca das riquezas, com prejuízo para a sua própria vida. Querendo ganhar dinheiro a qualquer custo, muitos passam por cima dos outros, matam, roubam, enganam, fazem negócios ilícitos. Poucos se contentam com o que possuem. Mas o alerta da palavra de DEUS é claro: a ninguém trateis mal nem defraudeis,e contentai-vos com o vosso salário, disse João Batista (Luc.3.14) Isto porque o amor, o apego ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. È lícito buscar progredir na vida através do seu negócio, dos estudos, do seu trabalho honesto. O alerta vai para aqueles que na caminhada rumo a realização pessoal e financeira deixam os valores éticos e morais do cristianismo e abandonam a fé. Trocam a confiança em DEUS e sua provisão e passam a confiar nas riquezas. Muito embora a sociedade faça distinção de pessoas, valorizando mais o ter do que o ser, não devemos atentar para os encantos da sedução das riquezas. Caso contrário, a semente do evangelho de Cristo ficará sufocada em nosso viver e assim não produzirá frutos com perfeição.
Jesus aconselhou: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.– Lucas 12.15. Melhor é dizer como o sábio Salomão em Provérbios 30.8 e 9: não me dês nem a pobreza nem a riqueza: dá-me só o pão que me é necessário; para que farto não te negue, e diga: Quem é o Senhor? ou, empobrecendo, não venha a furtar, e profane o nome de Deus. Buscai, portanto, o Reino dos céus e sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6.33. Amém !

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.