Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

1 de abril de 2010

A Questão do Celibato

Casar ou não casar ? 

Para Jeremias a ordem de Deus foi clara: 
E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Não tomarás a ti mulher, nem terás filhos nem filhas neste lugar. Pois assim diz o Senhor acerca dos filhos e das filhas que nascerem neste lugar, acerca de suas mães, que os tiverem, e de seus pais que os gerarem nesta terra: Morrerão de enfermidades dolorosas, e não serão pranteados nem sepultados; serão como esterco sobre a face da terra; pela espada e pela fome serão consumidos, e os seus cadáveres servirão de pasto para as aves do céu e para os animais da terra. (Jeremias 16.1-3)
Imagine se Deus lhe ordenasse o mesmo! 
O apóstolo Paulo também alertou para as vantagens de permanecer solteiro (I Coríntios 7.26-40):
Acho, pois, que é bom, por causa da instante necessidade, que a pessoa fique como está.
Estás ligado a mulher? não procures separação. Estás livre de mulher? não procures casamento. Mas, se te casares, não pecaste; e, se a virgem se casar, não pecou. Todavia estes padecerão tribulação na carne e eu quisera poupar-vos. Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; pelo que, doravante, os que têm mulher sejam como se não a tivessem; os que choram, como se não chorassem; os que folgam, como se não folgassem; os que compram, como se não possuíssem; e os que usam deste mundo, como se dele não usassem em absoluto, porque a aparência deste mundo passa.
Pois quero que estejais livres de cuidado. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor, mas quem é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar a sua mulher, e está dividido. A mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor para serem santas, tanto no corpo como no espírito; a casada, porém, cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido. E digo isto para proveito vosso; não para vos enredar, mas para o que é decente, e a fim de poderdes dedicar-vos ao Senhor sem distração alguma. Mas, se alguém julgar que lhe é desairoso conservar solteira a sua filha donzela, se ela estiver passando da idade de se casar, e se for necessário, faça o que quiser; não peca; casem-se. Todavia aquele que está firme em seu coração, não tendo necessidade, mas tendo domínio sobre a sua própria vontade, se resolver no seu coração guardar virgem sua filha, fará bem.De modo que aquele que dá em casamento a sua filha donzela, faz bem; mas o que não a der, fará melhor. A mulher está ligada enquanto o marido vive; mas se falecer o marido, fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor.Será, porém, mais feliz se permanecer como está, segundo o meu parecer, e eu penso que também tenho o Espírito de Deus.

Muitos membros da Igreja, casados, claro, costumam fazer pressão psicológica: - E aí , rapaz, cadê a bênção? O jovem, coitado, tentando vencer este mundo vil ainda se sente pressionado a buscar logo um casamento para "aliviar as tentações", ou atender a vontade da maioria. quando arruma uma namorada pela misericórdia de Deus, a cobrança segue aumentando. Quando é o casório? Quanta indiscrição e falta de sabedoria, meu Deus !

Por isso, Paulo orientou aos jovens que, enquanto não se casarem, aproveitem a vida não se divertindo com as erradas enquanto procura a certa, mas aproveitar a vida no servir ao Senhor aplicando suas energias, inteligência, tempo disponível, disposição, coragem enfim, todas os recursos próprios da juventude  para agradar ao Senhor. E no tempo certo de Deus o casamento virá, ou não, de acordo com a vontade de Deus.

Paulo por sua vez também recomenda a Timóteo escolher entre os obreiros que almejam o episcoapdo para a obra do ministério aqueles que sejam casados (I TIóteo 3.1-6):

Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja. É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso;
que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito (pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?); não neófito, para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do Diabo.
A doutrina Paulina afirma que os obreiros precisam ser avaliados antes de serem separados para o ministério. Uma dos requisitos nesta é a análise é o seu comportamento no convívio familiar. Não se constitui família, porém,  para alcançar o fim da participção no ministério,;isto é uma consequencia. Vale lembrar que Paulo foi  feito apóstolo pela vontade de Deus sem ser casado.

Então, casar ou não casar ?

O mestre Jesus esclarece esta situação quando debatia com os religiosos acerca do divórcio quando argumentaram estes se melhor seria não casar. Jesus porém alertou :

- Nem todos podem aceitar esta palavra, mas somente aqueles a quem é dado.

 Porque há eunucos que nasceram assim; e há eunucos que pelos homens foram feitos tais; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode aceitar isso, aceite-o. (Mateus 19.10-12)
O apóstolo Paulo também alertou: -  Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se. (I Coríntios 7.8 e 9)

Esta é uma exceção que não pode ser contada como regra.

O celibato como requisito para o exercício do episcopado não encontra espaldo bíblico. Hoje vemos se multiplicarem os casos de pedofilia na base clerical da Igreja Romana, chegando a afetar alguns líderes, seja pela prática, seja pela conivência ou omissão. Talvez a maioria dos casos poderiam ter sido evitados com a liberação do casamento aos clérigos. Melhor é casar do que se abrasar. I Co. 7.9.Como aconselhar, tratar de famílias, sem o conhecimento e prática do que é viver a vida conjugal, o trato com filhos, os conflitos naturais do casamento?

Por isso nem todos podem receber esta palavra de permanecer solteiro. Jeremias foi um destes; Jeremias foi uma exceção à regra. Ser solteiro enquanto solteiro é bênção; assim como casado enquanto casado. O que é reprovável é o solteiro viver como se fora casado, e vice-versa. Cada um que permaneça na vocação em que foi chamado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.