Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

4 de fevereiro de 2010

LIÇÃO 06 - O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO


Cena do muro de Berlim que separou a Alemanha e seu povo e foi removido em 1989

A BARREIRA DA INIMIZADE COM DEUS

Por conta do engano do pecado todos os homens ficaram separados e destituídos da glória de Deus (Isaias 59.1 e 2; Romanos 3.23), a ponto de se tornarem Seus inimigos (Romanos 5.10; Colossenses 1.21 e Tiago 4.4)
Se ter uma pessoa como nosso inimigo nos incomoda, imagine então ter Deus como inimigo. Não que Deus seja aquele Deus feroz, ressentido e malvado que quer destruir o homem por seu bel prazer; foi simplesmente a nossa opção de amizade com o mundo que nos constituiu inimigos de Deus (Tiago 4.4). Por uma pequena coisa nos afastamos dele; mas Deus não desistiu de nós. Ele prometeu que da semente da mulher nasceria um que esmagaria a cabeça da serpente que seduziu e enganou o homem (Gênesis 3.15) e que até hoje cega o entendimento dos incrédulos para que não lhes resplandeça a luz do evangelho de Cristo, alimentando a inimizade do homem para com o Seu Criador.

O PREÇO DA RECONCILIAÇÃO

Tornou-se necessário, portanto, ser pago o preço da redenção para se estabelecer a reconciliação, visto que ninguém, de modo algum, pode remir a seu irmão ou dar a Deus o resgate dele, pois a redenção da sua alma é caríssima, e seus recursos se esgotariam antes (Salmo 49. 6-8).

E havendo Deus falado antigamente aos pais pelos profetas, nos falou ultimamente através do filho (Hebreus 1.1) Para que ? Para manter a comunicação com seus filhos e assim nos reconciliar com o Pai, reatando os nossos laços de comunhão com Ele pelo preço da redenção dos nossos pecados ao enviar o seu único filho, Jesus Cristo (João 3.16), para morrer na cruz por nós sendo nós ainda pecadores (Romanos 5.8) e assim rasgar a nota promissória que nos era contrária (Colossenses 2.14)

Através do sacrifício da cruz também caiu o muro da separação entre dos gentios e o povo de Deus fazendo destes um só povo (Efésios 2.14) e pela cruz reconciliou ambos com Deus em um só corpo, tendo por ela matado a inimizade (Efésios 2.16)

O EFEITO DA RECONCILIAÇÃO

Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo (II Coríntios 5.19). Assim fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho (Romanos 5.10; Colossenses 2.22). E como prova nos vivificou e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus (Efésios 2.6 e 7) e gora temos paz com Deus (Romanos 5.1)

O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO

Assim reconciliados com Deus recebemos o misitério da reconciliação que consiste simplesmente em levar a outros, rogando até, a se reconciliarem com Deus (II Coríntios 5.18), através da pregação do Evangelho da paz (Efésios 6.15).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.