Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

4 de outubro de 2011

ÂNIMO EM TEMPOS DE CRISE 1


Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos líderes organizacionais é manter a motivação da equipe para o alcance das metas e objetivos propostos. Esta é uma das características que distingue um líder dos demais. Ele sabe o que fazer e demonstra pelo exemplo como fazer.
Um líder espiritual à exemplo de Neemias tem o auxílio e orientação do Espírito Santo na tomada de decisões.  E ainda mais na implantação de mudanças e na quebra de paradigmas seguidos à época e que iam de encontro à vontade de Deus..
Esdras, o escriba, contemporâneo de Neemias foi um dos responsáveis pela renovação da aliança  do povo com Deus.
Não contavam eles com livros de autoajuda, artigos de renomados pesquisadores de Harvard, consultorias milionárias de gurus da administração eclesiástica moderna.
Mas tinham a fé para manter a constância de propósitos e o manual de ajuda do Alto para dar o norte às instruções e assim alimentar o povo.  E foi isso que fizeram  (Neemias 8.1-9):

“Então todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça diante da porta das águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da lei de Moisés, que o Senhor tinha ordenado a Israel.
E Esdras, o sacerdote, trouxe a lei perante a congregação, tanto de homens como de mulheres, e de todos os que podiam ouvir com entendimento, no primeiro dia do sétimo mês.
E leu nela diante da praça que está fronteira à porta das águas, desde a alva até o meio-dia, na presença dos homens e das mulheres, e dos que podiam entender; e os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao livro da lei.
Esdras, o escriba, ficava em pé sobre um estrado de madeira, que fizeram para esse fim e estavam em pé junto a ele, à sua direita, Matitias, Sema, Ananías, Urias, Hilquias e Maaséias; e à sua esquerda, Pedaías, Misael, Malquias, Hasum, Hasbadana, Zacarias e Mesulão.
E Esdras abriu o livro à vista de todo o povo (pois estava acima de todo o povo); e, abrindo-o ele, todo o povo se pôs em pé.
Então Esdras bendisse ao Senhor, o grande Deus; e todo povo, levantando as mãos, respondeu: Amém! amém! E, inclinando-se, adoraram ao Senhor, com os rostos em terra.
Também Jesuá, Bani, Serebias, Jamim, Acube; Sabetai, Hodias, Maaséias, Quelita, Azarias, Jozabade, Hanã, Pelaías e os levitas explicavam ao povo a lei; e o povo estava em pé no seu lugar.
Assim leram no livro, na lei de Deus, distintamente; e deram o sentido, de modo que se entendesse a leitura.
E Neemias, que era o governador, e Esdras, sacerdote e escriba, e os levitas que ensinavam o povo, disseram a todo o povo: Este dia é consagrado ao Senhor vosso Deus; não pranteeis nem choreis. Pois todo o povo chorava, ouvindo as palavras da lei.
Disse-lhes mais: Ide, comei as gorduras, e bebei as doçuras, e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor. Portanto não vos entristeçais, pois a alegria do Senhor é a vossa força.
Os levitas, pois, fizeram calar todo o povo, dizendo: Calai-vos, porque este dia é santo; por isso não vos entristeçais.
Então todo o povo se foi para comer e beber, e para enviar porções, e para fazer grande regozijo, porque tinha entendido as palavras que lhe foram referidas.”

O que fazer em tempos de crise ?
Acho que promover um megaevento, convidar a banda gospel top de linha à peso de ouro, trazer o pregador mais badalado do momento, encher a casa, não vai resolver a situação;
Ou quem sabe mudar a liturgia do culto, abolir o Cantor ou a Harpa Cristã, contratar um ministro de louvor com sua equipe, tirar os obreiros do púlpito, criar um grupo de coreografia (eufemismo para grupo de dança), quem sabe a gente não sai dessa crise?
Vamos aderir ao mundo das redes sociais e tornar a Igreja antenada com as inovações high  tech, isso talvez ajude !

Penso que nada disso pode resolver a crise espiritual à luz do exemplo da reforma de Esdras e Neemias.
Eles simplesmente se voltaram para à Palavra do Senhor. Mudaram paradigmas porque voltaram aos marcos antigos. Eles, Esdras e Neemias, junto com os levitas, ensinavam ao povo, recomendando a se alimentarem da Palavra (Neemias 8.9-18). Invariavelmente está implícito que a oração fazia parte da liturgia. (Neemias 1.6)
Fizeram uma festa tal qual nunca fora feita até então, onde o centro era a ministração da Escrituras, lidas dia após dia (Neemias 8.18).
O efeito junto ao povo foi de provocar uma tristeza geral, mas a tristeza que “segundo Deus produz arrependimento para a salvação. (II Coríntios 7.10). O povo lamentou, chorou, e fez coletivamente confissão de pecados.
Os líderes por sua vez não deixaram os seus liderados abandonados, corroendo-se em tristeza e dor, ao contrário, trouxeram-lhes palavras não de autoajuda, mas de ânimo no Senhor:  

Este dia é consagrado ao Senhor vosso Deus; não pranteeis nem choreis. Pois todo o povo chorava, ouvindo as palavras da lei.
Disse-lhes mais: Ide, comei as gorduras, e bebei as doçuras, e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor. Portanto não vos entristeçais, pois a alegria do Senhor é a vossa força.
Os levitas, pois, fizeram calar todo o povo, dizendo: Calai-vos, porque este dia é santo; por isso não vos entristeçais.
Então todo o povo se foi para comer e beber, e para enviar porções, e para fazer grande regozijo, porque tinha entendido as palavras que lhe foram referidas.

Assim tomaram posição, mudaram de atitude e renovaram a aliança com o Deus Bendito (Neemias 10.28 e 29):

E o resto do povo, os sacerdotes, os porteiros, os cantores, os netinins, e todos os que se tinham separado dos povos de outras terras para seguir a lei de Deus, suas mulheres, seus filhos e suas filhas, todos os que tinham conhecimento e entendimento,
aderiram a seus irmãos, os seus nobres, e convieram num juramento sob pena de maldição de que andariam na lei de Deus, a qual foi dada por intermédio de Moisés, servo de Deus, e de que guardariam e cumpririam todos os mandamentos do Senhor, nosso Senhor, e os seus juízos e os seus estatutos.

Assim recobraram o ânimo em tempos de crise espiritual. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.