Crescendo na graça e no conhecimento

Lições 4.o Trimestre 2013

Lições 4.o Trimestre 2013
Conselhos para a vida

Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2 - Advertências Contra o Adultério
Lição 3 - Trabalho e Prosperidade
Lição 4 - Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5 - O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6 - O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7 - Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8 - A Mulher Virtuosa
Lição 9 - O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10 - Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11 - A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12 - Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13 - Tema a Deus em todo o Tempo

Comentarista:

José Gonçalves - Pastor, Professor de Teologia, Escritor e Vice-presidente da Comissão deApologética da CGADB; Comentarista das revistas de Escola Dominical da CPAD.

25 de agosto de 2011


Igreja, Casa de Oração


“A minha casa será chamada Casa de oração para todos os povos.” Isaías 56:7.

Esta  promessa do Senhor foi ministrada pelo profeta Isaías, como consolo a todos os estrangeiros que, ao abraçarem a fé judaica, frequentavam o templo de  Jerusalém para oferecer adoração e sacrifícios a Jeová.
Jesus ratificou esta função do templo quando expulsou os mercadores quando faziam da Sua casa,  a casa de oração, covil de salteadores. Mateus 21:13; Marcos 11:17, Lucas 19:46.
            A Igreja do Senhor, inaugurada no Pentecostes, perseverou na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações desde sua inauguração no Pentecostes até os dias de hoje. Atos 22:42. 
                   No Livro das Revelações, o apóstolo João viu os anciãos diante do trono de DEUS trazendo nas mãos taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. Assim como na visão do anjo antes do tocar das sete trombetas: 

E vi os sete anjos que estavam em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas. Veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para que o oferecesse com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que está diante do trono. E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos. Apocalipse 8:2-4.

            “- Suba a minha oração perante ti como incenso”, exclamou o salmista (Salmos 141). Orar é mais do que falar com Deus. A oração é o oxigênio que mantém acesa a chama do Espírito nos corações.
Pouca oração, pouco poder; muita oração, muito poder; nenhuma oração, nenhum poder.” Alguém certa vez disse estas sábias palavras. Para estarmos cheios da unção e do poder de DEUS precisamos buscar a DEUS sem cessar. Conforme John Stott, buscar a Deus honestamente, obedientemente:

Deus não decepciona aqueles que o buscam com sinceridade. Ao contrário, ele honra e recompensa os que o buscam honestamente. O plano de Cristo é simples: “Busque, e você encontrará”. (Stott, 2007, p. 22)   

A prática da oração é a prova da comunhão do cristão com Deus.
Aquele que se encontra sem forças para a caminhada encontra na oração a saída para recarregar suas baterias espirituais e prosseguir dando glória a DEUS. Por causa da necessidade de ver Cristo entronizado nos corações, Paulo dobrava seus joelhos perante o Pai (Efésios 3.14)
Precisamos orar para enfrentar as tentações do inimigo que tenta nos tragar (I Pedro 5:8); fazer súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens (I Timóteo 2:1); por livramentos (Filipenses 1:19); orar em favor dos enfermos; para que portas para pregação do evangelho sejam abertas (Colossenses 4:3), agradecidos a DEUS (Colossenses 4:3). Enfim, temos muitos motivos para orar:

Cheguemos, portanto com ousadia ao trono da graça a fim de alcançarmos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna (Hebreus 4.16).

Pois o Senhor está sempre atento às orações que se fizer na santa congregação e dá a resposta. A porta se abre para quem bate; acha aquele que procura e recebe aquele que pede com confiança e certo de que o Senhor escuta o clamor e, segundo a sua vontade, atende às petições. Mateus 7:8; 1 João 5:14.
            “Está aflito alguém entre vós? Ore.”  Tiago 5.13
Este apelo de Tiago fala a respeito do efeito da oração feita por um justo. A oração restaura a saúde do enfermo e sana a dor do aflito.  
Tiago também ressalta que Elias, um homem sujeito às mesmas paixões que nós, orou para que caísse chuva sobre a terra e assim se sucedeu. Tiago 5:17.
Elias que não cedeu às paixões humanas, mas perseverou em seu testemunho como fiel servo de DEUS fazendo a diferença no meio da sua geração. Uma mulher cujo filho Elias ressuscitou, disse: “- Agora sei que tu és homem de DEUS, e que a palavra do Senhor na tua boca é verdade.” 1 Reis 17:24
Ao desafiar os 450 profetas de Baal no Monte Carmelo para fazer cair fogo sobre o altar, Elias orou assim:

Ó Senhor, DEUS de Abraão, de Isaque, e de Israel, seja manifestado hoje que tu és DEUS em Israel, e que eu sou teu servo, e que, conforme a tua Palavra, tenho feito todas estas coisas. Responde-me, ó Senhor, responde-me para que este povo conheça que tu, ó Senhor, és DEUS, e que tu fizeste voltar o seu coração. I Reis 18.17-39.

Então caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no altar. Quando o povo viu isto, prostraram-se todos com o rosto em terra e disseram: “- O Senhor é DEUS! O Senhor é DEUS!” O milagre da ação de DEUS através da sua oração serve para que o mundo reconheça que só o Senhor é DEUS.
A Igreja Vitoriosa ora com fé, para benefício de muitos, mesmo sendo particularmente beneficiada, mas tão somente com o intuito de glorificar o Santo nome do Senhor.
DEUS faz uma pergunta ainda aplicável nos dias atuais para cada um de nós: acaso para o Senhor há alguma coisa demasiadamente difícil?
Cada um de nós tem de enfrentar suas próprias dificuldades na vida. E no centro delas, DEUS pergunta: "- Você acha que o seu problema é muito difícil para Eu resolver? Ou acredita que posso solucioná-lo, mesmo que você ache isto impossível?" Basta orar e crer !
A palavra de Deus que é fie e verdadeira declara: "...Os impossíveis dos homens são possíveis para DEUS" (Lucas 18:27). Você crê nesta palavra do Senhor? Você aceita que Ele pode fazer o impossível em seu casamento, em sua família, em seu trabalho, visando seu futuro? Antes de tudo precisamos buscar a DEUS através da oração.
O perseverante servo de DEUS, Jó, também enfrentou uma difícil situação. Uma enfermidade incurável estava consumindo o seu corpo que ficou magro e debilitado. Ele pensava que não mais escaparia. Seus parentes e amigos dele se afastaram. Desonrado, a ponto de morrer, Jó, porém, deu um brado de vitória: “- Eu sei que o meu Redentor vive.” Jó 19:25.
Se sua dificuldade, caro leitor, apresenta-se impossível de se resolver, saiba que o Redentor vive e age na terra. Busque em DEUS a sua vitória, confie nele e descanse nas santas promessas.
 Jó não se intimidou com a circunstância, mas olhou confiante para o DEUS do impossível e o quadro mudou. Enquanto orava pelos seus amigos, mudou o cativeiro de Jó.
A honra do Senhor fora afrontada pelo inimigo ao questionar a fidelidade do Seu servo. Jó, porém, permaneceu fiel,  alcançando a vitória que serviu para glorificação o nome do Deus Altíssimo.
Quantas pessoas hoje não invocam mais o Senhor porque acham que não há mais esperança. Há muitos que só confiam em DEUS até o ponto em que algo em sua vida morre. Não me refiro à morte física; falo a respeito da morte de um casamento, de um relacionamento, de um sonho, da esperança pela salvação de um ente amado. DEUS pode restaurar seja o que for em nossa vida que pareça estar morto, com uma só Palavra.
O Senhor pode salvar, restaurar, curar, libertar de um vício, fazer qualquer coisa e beneficiar qualquer pessoa. Se apenas orar e crer, todas as coisas lhe serão possíveis através de Cristo. O segredo para a vitória se chama oração.
Orar semelhante ao salmista no Salmo 102.1: “- Ouve, ó Senhor, a minha oração, e chegue a ti o meu clamor.” E com certeza o DEUS que escuta as orações agirá em e concederá vitória! Porque para DEUS nada é impossível! Lucas 1.37. E isto servirá para outros de testemunho da grandeza de Deus.
Certa vez o rei Josafá foi avisado que os inimigos vinham atacar Israel (II Reis 20). Sem perca de tempo, Josafá convocou o povo para pedir socorro ao Senhor. E todos juntos buscaram a DEUS na Casa do Senhor, em jejum e oração. Naquela ocasião Josafá orou ao Senhor de maneira objetiva (II Reis 20.6-12).
         Primeiro, reconhecendo a soberania do DEUS criador do céu e da Terra. Depois, lembrou dos feitos maravilhosos de Jeová pelo seu povo. Orar significa reconhecer a DEUS como o Senhor soberano do universo!
       Ele também Lhe contou tudo que estava se passando, de maneira sincera. Em sua oração, disse: “- Senhor, grande é a multidão que vem contra nós e não temos força perante eles.” Mostrou a sua impotência para vencer por si só o inimigo. Disse também: “- Não sabemos o que fazer”, reconhecendo que só DEUS tem a melhor solução. A despeito de toda a adversidade, exclamou com confiança: - Porém os nossos olhos estão postos em Ti.
E o Senhor respondeu: esta peleja não é vossa, senão de DEUS. 2 Crônicas 20:15.  A luta que passamos não é somente nossa. O Senhor tem interesse em agir em nosso benefício!
Josafá não desanimou. E hoje podemos agir da mesma forma, depositando sempre a nossa confiança nas mãos de DEUS, de onde vem o nosso socorro. Olhando sempre para Jesus o autor e consumador da nossa fé. Prosseguindo para o alvo, sem desanimar. Perseverando em oração. Crendo sempre que a vitória que vence o mundo é a nossa fé! 1 João 5:4.
Vale salientar que a cada dia que passa nos aproximamos mais e mais do dia da vinda gloriosa do Senhor Jesus para buscar Sua Igreja. 2 Pedro 3:12. Enquanto aguardamos o cumprimento testa promessa, precisamos buscar ao Senhor. Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, disse o profeta Isaías; invocai-o enquanto está perto! Isaías 55:6
Nestes últimos tempos conforme Cristo profetizou, vemos que a iniquidade se multiplica, o amor de muitos a esfriar e consequentemente as pessoas cada vez mais distantes de DEUS, sem referencial de vida. Mateus 24:12.
Daí a necessidade de buscarmos ao Senhor. Buscar a Deus para que envie obreiros para Sua seara; buscar em intercessão a favor de todos; buscar poder do alto para vencer as tentações e investidas do inimigo; buscar em DEUS respostas às nossas inquietações, as nossas indagações; buscar em DEUS solução para nos conservar firmes na fé; buscar ao Senhor para descobrir qual o plano que Ele tem preparado para nós. Este é o tempo:

Semeai para vós em justiça, colhei segundo a misericórdia; lavrai o campo alqueivado; porque é tempo de buscar ao Senhor, até que venha e chova a justiça sobre vós. Oseias 10.12.

Enquanto praticamos a justiça, procurando viver uma vida cristã autêntica, agradável a DEUS, é tempo de buscar ao Senhor. É tempo de lavrar o campo, tempo de trabalhar para o Senhor enquanto é dia, enquanto as portas da graça estão abertas. É tempo de buscar ao Senhor. E a bênção da parte de DEUS virá como chuva sobre nós. Glória a DEUS ! Por isso precisamos orar.
Neste mundo as pessoas se queixam da falta de tempo; a correria, a agitação do dia-a-dia, tem nos deixado super atarefados; Mas alguém sabiamente falou certa ocasião: se você está muito ocupado e não tem tempo para orar, você está ocupado demais!
O cristão precisa priorizar a prática da oração como uma tarefa primordial a ser cumprida em nossa vida devocional.  Orar para que se cumpra o desígnio de DEUS na vida, “lançando sobre Ele toda a nossa ansiedade porque Ele tem cuidado de nós”, na inteira certeza da fé que o Senhor estará atento às orações que se fizer no santuário, e a resposta do céu virá.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco


Se copiar algum texto, favor citar a fonte com o nome do autor e o link deste blog.